Notícias do setor

5 dicas para fazer refeições práticas e nutritivas

Você sabia que o Brasil é um dos países em que as pessoas menos dedicam tempo à atividade culinária? É o que mostrou a pesquisa global da GfK, publicada em 2015. Os brasileiros investem em média 5,2 horas semanais à tarefa de cozinhar. Isso significa pouco mais de 40 minutos por dia na cozinha, para preparar café da manhã, almoço, jantar e lanches. Além disso, a mesma pesquisa mostrou que apenas 25% afirma ter conhecimento e experiência com comida.

Na rotina de vida agitada é comum a alimentação ficar em segundo plano. Muitas vezes falta tempo e habilidade para preparar uma refeição completa e balanceada, e alimentos pouco saudáveis podem acabar tomando conta do dia a dia, comprometendo a saúde e nutrição.

Para evitar que esse cenário se repita dia após dia, estratégias como planejar e providenciar produtos práticos, saborosos e benéficos ajudam muito no compromisso de manter uma alimentação equilibrada. Não precisa ser um expert em culinária ou nutrição e complicar demais as escolhas e receitas, com alguns alimentos chave é possível melhorar a qualidade da refeição.

O pão de forma, tradicional ou integral, pode ser um grande aliado nesse desafio. Fonte de carboidrato, ele fornece energia para as atividades diárias como estudar, trabalhar ou praticar exercício. Na versão integral, conserva as fibras dos cereais, além de vitaminas e minerais que estão presentes no grão. Ponto positivo para saúde intestinal, pois as fibras ajudam o intestino a funcionar melhor.

A nutricionista Mariana Nacarato, da consultoria Equilibrium, separou quatro sugestões de como incluir o pão de forma e preparar refeições rápidas:

1. O sanduíche feito de pão de forma integral, com vegetais variados (como alface, rúcula, agrião, cenoura, tomate), um alimento fonte de proteína (como atum em lata, frango desfiado, ovo cozido ou queijo ricota) e uma de gordura boa (como azeite e castanhas trituradas), pode ser uma ótima opção para aliar praticidade e saúde. A combinação de nutrientes é similar a uma refeição tradicional (com arroz, carne e vegetais). O pão de forma também pode ser uma opção para aqueles dias que só restam 10 minutinhos para almoçar ou quando a rotina de um dia de trabalho emenda com faculdade e não há tempo para jantar.

2. No café da manhã ou nos intervalos, o pão de forma pode ser combinado com um alimento fonte de proteína (como queijo, ovo mexido ou ricota) e uma fruta (como banana, pera ou maçã). Se preferir, bebidas como café com leite ou chá podem acompanhar. Em poucos minutos, é possível preparar uma alimentação equilibrada e que ajuda a manter o pique ao longo do dia.

3. Para quem costuma ir para academia de barriga vazia, é preciso rever esse hábito! Sem dar muito trabalho, o pão de forma pode ser uma ótima opção de alimento pré-treino. Combine a versão integral com geleia sem açúcar e ricota uma hora antes do treino. A refeição irá fornecer energia mais lentamente durante o exercício. E para quem não se programou e tem poucos minutos antes do treino, o pão de forma tradicional pode ser uma alternativa. De digestão rápida, a energia para o exercício será imediata e efetiva.

4. Para quem vai receber os amigos em casa e não quer perder muito tempo na cozinha, o pão de forma tradicional pode ser a base para mini pizzas de forno, por exemplo. Basta acrescentar molho de tomate em cada fatia, muçarela ou atum, orégano e levar ao forno para dourar.

Fonte: Notícias ao Minuto