Notícias do setor

Por que é importante realizar refeições intermediárias?


Uma das primeiras recomendações dos nutricionistas para quem deseja melhorar a alimentação é começar a realizar refeições intermediárias. Mas você sabe quais são os benefícios dessa prática? De acordo com Carina Müller, nutricionista e Andreia Guarnieri, nutróloga, ambas de São Paulo (SP), nem todas as pessoas têm necessidade de comer a cada três horas, no entanto, efetuar essas alimentações facilita o consumo de frutas, melhora as escolhas alimentares – uma vez que evita a fome intensa e, consequentemente, a ingestão de itens gordurosos e exageros na composição do prato – e reduz o volume de calorias no próximo período.

Para que esses lanches sejam realmente aliados da qualidade de vida, é importante fazer boas escolhas, apostando em alimentos que promovem saciedade e são pouco calóricos – ou seja, nada de salgadinhos e doces, ok? As profissionais indicam que essas refeições tenham nutrientes como carboidratos complexos, proteínas, gorduras boas e fibras. Elas destacam, ainda, que o ideal é dar preferência aos cereais integrais e sementes que ajudarão num bom funcionamento intestinal. Já as frutas fornecerão vitaminas, minerais e antioxidantes, além de fibras. As oleaginosas (castanhas e nozes) trarão para a rotina óleos naturais saudáveis que beneficiam no controle do colesterol, além do bom funcionamento de diversos processos fisiológicos do organismo.  Confira abaixo algumas indicações de Carina e Andreia.

Opção 1 | Prepare uma banana com aveia em flocos. Caso sinta necessidade ou vontade de consumir doce, acrescente uvas passas ou mel.

Opção 2 |Outro exemplo nutritivo é preparar um iogurte natural desnatado sem açúcar com frutas e um pouco de sementes, como girassol, abóbora, chia, linhaça ou gergelim.

Opção 3| Vitamina de frutas batida com leite de amêndoas ou castanhas e aveia ou sementes.

Opção 4 | Mix de castanhas e frutas secas como ameixa, tâmaras ou damasco também é excelente desde o ponto de vista nutricional, quanto pela praticidade, porém vale lembrar que são mais calóricos, sendo assim o ideal é preparar pequenas porções para não exagerar e terminar comendo compulsivamente.

Fonte: Revista Pense Leve