Notícias do setor

Após 6 meses, efeitos da reforma trabalhista são controversos; o que mudou?


Seis meses após a implantação da reforma trabalhista, os resultados das mudanças ainda não são suficientes para uma análise profunda sobre os impactos para os trabalhadores brasileiros.

Para os defensores das novas medidas, o principal triunfo foi a redução do número de ações trabalhistas no período, dado questionado pelos críticos da reforma.

A falta de regulamentação após a perda de vigência de uma medida provisória sobre o tema é o principal motivo para, segundo especialistas, o aumento da insegurança entre empregadores, funcionários, advogados e da própria Justiça trabalhista.

Quem acompanha de perto o tema estima que somente após um ano de vigência das novas regras será possível ter uma visão mais realista dos reflexos da legislação.
Ações trabalhistas

Segundo o TST (Tribunal Superior do Trabalho), os três primeiros meses deste ano registraram queda de 45% no número de processos trabalhistas em relação a 2016 e 2017.

Ler matéria completa

Fonte: UOL