Notícias do setor

Movimento de Final de Ano e o Pagamento do 13º Salário pela Indústria Paulista


Encaminho os resultados da pesquisa sobre o Movimento de Final de Ano e o Pagamento do 13º Salário pela Indústria Paulista, que foram divulgados em 27/11/2018.

A seguir, os principais pontos a serem observados:
• 38,2% das empresas esperam um movimento de final de ano igual ao do ano passado e 34,1% esperam movimento menor.

• Para 38,0% das empresas, as encomendas de final de ano estão mais atrasadas do que no ano passado.

• Em relação ao fechamento de vendas este ano, na média, as empresas esperam um crescimento de apenas 0,6%.

• Para pagar o 13º salário aos seus empregados este ano, 47,7% utilizarão principalmente o provisionamento durante o ano, 24,3% utilizarão as vendas do último trimestre e 23,8% utilizarão financiamento de terceiros.

• O financiamento de terceiros é a fonte de recursos com a qual as empresas têm mais dificuldades: 56,5% das empresas que usam principalmente esta fonte afirmaram que as dificuldades estão maiores que as do ano passado, e 36,2% afirmaram que estão iguais.

• Para 47,5% das empresas que usam principalmente as vendas do último trimestre, as dificuldades estão iguais às do ano passado, e 29,8% afirmaram que estão maiores.

• Para 44,0% das empresas que usam principalmente o provisionamento durante o ano, as dificuldades estão iguais às do ano passado, e 31,4% afirmaram que não têm nenhuma dificuldade.

• Independentemente de ser a principal fonte de recursos para pagar o 13º ou não, 29,9% das empresas pretendem recorrer a bancos para pagar pelo menos parte do total de devido em 13º salários. Para 47,7% destas empresas, o custo do crédito bancário está mais caro ou muito mais caro que no ano passado e, para 29,3%, o custo está igual. Para 60,9% delas, o prazo do crédito bancário está igual ao do ano passado e, para 20,1%, o custo está mais curto ou muito mais curto.

Fonte: FIESP