Notícias do setor

Nova geração de consumidores: dicas para atender quem já nasceu conectado


As crianças e adolescentes de hoje fazem parte de uma geração que já nasceu hiperconectada e cresceu usando smartphones, assistindo a vídeos via streaming e interagindo com seus amigos pelas redes sociais. Os filhos dos Millennials, nascidos a partir de 2010, fazem parte da Geração Alpha, a primeira que tem a experiência online/offline totalmente integrada.

Para este público, informação, entretenimento e interação sempre estiveram a um clique ou comando de voz de distância. Mas será que as marcas estão preparadas para oferecer o que os integrantes da Geração Alpha buscam?

A pesquisa Generation Alpha: Preparing for the future consumer, publicada pela Wunderman Thompson Commerce, foi à campo para entender como se comporta e o que busca a nova geração de consumidores.

UMA GERAÇÃO COM CAUSA

Uma das características da nova geração de consumidores é a valorização da sustentabilidade, de princípios éticos e de inclusão social. De acordo com o estudo, 63% dos pesquisados gostariam de trabalhar em um lugar “ajudando a salvar o planeta”. Além de trabalhar em lugares socialmente responsáveis, os jovens também pregam o consumo consciente e gostariam de comprar de lugares que tenham os mesmos valores que eles. A pesquisa aponta que 66% dos pesquisados preferem gastar dinheiro com empresas que estão tentando fazer o bem no mundo.

NATIVOS DIGITAIS, MAS NÃO 100% CONECTADOS

Um dado interessante da pesquisa mostra que a vida digital ainda não superou o gosto por atividades ao ar livre. Embora sejam nativos digitais, as crianças ainda gostam da vida longe das telas e seu relacionamento com o mundo conectado não é exclusivo. De acordo com a pesquisa, 75% dos jovens gostam da experiência de ir a uma loja física, por exemplo.

O estudo foi realizado com 4.003 jovens dos Estados Unidos e Inglaterra entre 6 e 16 anos, o que abrange a Geração Alpha e uma parte da Geração Z, que reúne pessoas nascidas entre meados dos anos 90 até 2009.

Os resultados mostram que a nova geração de consumidores espera entregas em um dia, formas de pagamento extremamente rápidas, programas de fidelidade e empresas com valores éticos e de inclusão social.

Quando compram alguma coisa com seus pais, os jovens têm uma colisão de gerações. As crianças e seus pais ainda compram a maioria das coisas em supermercado (29%). No entanto, a Amazon aparece logo atrás, com 26% da preferência. Para os próximos 10 anos, a pesquisa mostra que o consumo online se tornará mais presente na experiência de compras.

Quando perguntados qual seria a o meio de consumo favorito dentro de 10 anos, 21% dos jovens disseram que seria comprar via mobile, 19% em lojas físicas, 10% por meio de assistentes de voz, e 5% responderam que a forma preferida de consumo seria via redes sociais.

Outros destaques importantes para impactar (e conquistar) a nova geração de consumidores

ENTREGAS RÁPIDAS
Na pesquisa, dizem que 2,2 dias é o máximo que podem esperar para a entrega de algum produto comprado online. Os prazos de entrega determinam onde os Alphas farão compras. Para se ter ideia, 20% deles nunca comprarão de um lugar que não pode entregar o produto no dia seguinte. Adultos se contentam em receber as entregas em até 3 dias.

INFLUENCIADORES NATIVOS
Os influencers do TikTok, Instagram e YouTube são mais respeitados e admirados do que grandes marcas ou nomes conhecidos da mídia.

 GERAÇÃO EM MOVIMENTO
Os vídeos online têm mais impacto (24%) do que posts em redes sociais (19%) e anúncios na TV (19%).

AMAZON É A QUERIDINHA
90% dos jovens pesquisados nos Estados Unidos e Inglaterra entre 10 e 16 anos já ouviram falar da Amazon, mais do que Apple (79%) e Nike (79%), mas menos do que McDonald’s (93%) e Disney (91%).

O FUTURO É VOZ
Cerca de 25% dos jovens já fizeram alguma compra online usando assistente de voz e 41% pretendem comprar por esse meio quando forem mais velhos.

Fonte: Consumidor Moderno