Notícias do setor

Lucro da M. Dias Branco cresce 89,5% e atinge R$ 264,9 mi no 4º tri de 2019


A fabricante de alimentos M. Dias Branco apresentou lucro líquido de R$ 264,9 milhões no quarto trimestre deste ano. O resultado representa alta de 89,5% na comparação com igual período de 2018, quando a empresa reportou lucro líquido de R$ 139,8 milhões.

O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciações e amortizações) atingiu R$ 289,2 milhões, avanço de 52,3% frente os R$ 189,9 milhões do quarto trimestre de 2018. A margem Ebitda ficou em 17,1%, ante 12% de um ano antes, incremento de 5,1 pontos porcentuais.

A receita líquida subiu 7,2% na mesma base comparativa, alcançando R$ 1,694 bilhão ante R$ 1,579 bilhão do quarto trimestre de 2018. O volume de vendas total avançou 10,8%, acompanhando a receita, de 444,3 mil toneladas para 492,2 mil toneladas. Em volume de vendas, o segmento de massas registrou o maior crescimento, de 3,3%, de 101,5 mil toneladas para 104,9 mil toneladas. As vendas de biscoitos avançaram 1,8% na mesma base comparativa, de 138 mil tonelada para 140,5 mil toneladas.

O resultado interrompe um ciclo de três quedas consecutivas no lucro líquido. Já a receita vinha alternando altas e baixas no ano fiscal 2019. A companhia, assim como outras empresas do setor, teve o desempenho afetado pelo consumo retraído de produtos derivados de farinha de trigo de maior valor agregado.

Em comunicado divulgado para investidores, a M. Dias atribuiu a melhora de resultado ao maior volume de vendas obtido no quarto trimestre, à correção do nível de estoques nos clientes e ao aumento dos preços médios dos produtos. Os números vieram acima das estimativas do consenso de analistas consultados pela empresa.

No último trimestre de 2019, a M. Dias manteve a liderança no mercado nacional em massas e biscoitos, com 32,2% e 32,9% de participação. Ainda como fatos relevantes do quarto trimestre de 2019, a companhia destacou o aumento da verticalização de farinha de trigo de 81,2% para 92,5%. O incremento foi puxado pela instalação de um novo moinho em Bento Gonçalves (RS). No período, a empresa investiu R$ 101,7 milhões, 17,6% acima do valor investido em igual intervalo de 2018.

Fonte: IstoÉ Dinheiro