Notícias do setor

Queda da confiança dos empresários não tem precedentes


O Índice de Confiança do Empresário Industrial (ICEI) caiu 25,8 pontos entre março e abril, registrando 34,5 pontos, o menor índice da série histórica.

Até então, a maior queda registrada em um único mês havia sido de 5,8 pontos, ocorrida em junho de 2018, como consequência da greve dos caminhoneiros. Cabe ressaltar que a queda em abril ocorre após redução de 4,4 pontos ocorrida em março e de 0,6 ponto em fevereiro. Entre janeiro e abril, o ICEI recuou 30,8 pontos.

A queda na confiança traduz o cenário atual de forte contração na atividade e elevada incerteza em razão da pandemia de Covid-19.

Há dificuldades no fluxo de insumos, mercadorias e trabalhadores e as medidas de isolamento social e o consequente “desaparecimento do consumidor” resultaram em forte queda na receita das empresas. As despesas fixas continuam e, nesse momento de maior necessidade, a oferta de capital de giro diminuiu e seu custo aumentou.
 

A queda na confiança dos empresários vai contribuir para a paralisação dos investimentos, ou seja, para o agravamento da crise econômica.

Confira o material completo.

Fonte: CNI