Notícias do setor

Germani Alimentos investe mais R$35 milhões na unidade fabril


A Germani Alimentos vai investir mais R$35 milhões na unidade fabril de Santa Cruz do Sul. O valor é para a aquisição de novo maquinário para produção de massas longas (como Espaguete e Linguine) e novas empacotadoras para os produtos Germani, Dallas, Coroa, Levit e Corsetti. A nova estrutura começará a ser instalada em breve e deverá estar pronta no início de 2022.

Com a nova capacidade produtiva, a empresa vai poder aumentar a produção de massas longas, chegando a 7.000 kg por hora. Esse total se soma à linha inaugurada em dezembro de 2019 para produção de massas curtas (Penne, Parafuso, Tortilhone, Conchinha, Caramujo entre outras), capaz de produzir 4.000 kg por hora. Em termos simples, o parque industrial da Germani Alimentos será capaz de produzir 22 mil pacotes de macarrão em pacotes de 500g por hora.

Com esses investimentos, o Grupo Dallas — detentor da Germani — pretende fortalecer a atuação das marcas em todo Sul, Sudeste, Centro-Oeste e Norte do Brasil. Segundo a direção da empresa, os novos investimentos têm potencial para impulsionar novas contratações. Só nos últimos três meses, a Germani Alimentos contratou 83 funcionários para trabalhar nas linhas de massas curtas, biscoitos, cereais e macarrões instantâneos, contabilizando 370 funcionários no total.

Desde 2016, quando começou a administrar a operação da Germani Alimentos, o Grupo Dallas já investiu R$62 milhões em três novos fornos para produção de biscoitos
(laminados, amanteigados e roscas), empacotadoras, além das linhas de massas, o que contabiliza R$97 milhões até agora. No período, o grupo também investiu em reformas estruturais na unidade fabril, com o objetivo de impulsioná-la e torná-la uma das principais indústrias nos segmentos de massas, biscoitos e cereais do Brasil.

Sobre o Grupo Dallas

O Grupo Dallas iniciou sua atuação em 1983, quando empreendedores vindos do Rio Grande do Sul deram início a atividades agropecuárias no Mato Grosso do Sul. Com o passar dos anos, a forte atuação na pecuária e o sucesso no cultivo e comercialização de cereais, como soja, milho, trigo, sorgo, entre outros, impulsionaram o desenvolvimento dos negócios. Em 1996, foi inaugurado o parque industrial da Dallas Alimentos, para produção de massas, biscoitos e misturas para bolo, beneficiamento e industrialização de arroz, em Nova Alvorada do Sul.
Em 2013, o Grupo Dallas inaugurou uma indústria especializada na produção de massas de cortes curto e longo, na cidade de Cabreúva, interior de São Paulo. No ano de 2015, adquiriu a Germani Alimentos, seu parque industrial de massas e biscoitos, em Santa Cruz do Sul, no Rio Grande do

Fonte: Dallas Alimentos