Notícias do setor

Produtora de cereais Kellog unifica suas marcas no Brasil


Conversamos com o vice-presidente da Kellogg sobre a multinacional que agora passa a adotar marca corporativa única para consolidar seu crescimento no país.

No segundo semestre deste ano, a Kellogg Company anunciou a unificação de todas as suas marcas no país sob uma única identidade corporativa. A Kellogg’s passa a ser a identidade da empresa e a Parati – aquisição do grupo de 2016 – se transforma em uma marca de produtos junto com as principais marcas do portfólio como Pringles, Trink e cereais Superbom, além de submarcas como Sucrilhos, Corn Flakes, Minuetto, Cartoon, Hot Cracker e Scarchitos, entre outras.

Para entender melhor esta unificação das marcas no país e essa nova fase da Kellogg conversamos com o executivo Alberto Raich, vice-presidente e gerente-geral da Kellogg no Brasil. Ele nos contou quais são as mudanças e os motivos dessa unificação. Confira a entrevista completa:

ADNEWS – A Parati foi comprada há 4 anos atrás. Por que a Kellogg entende que só agora é o momento certo para unificar as suas marcas?

Alberto Raich: A Parati era uma marca regional muito forte no Sul, com uma equipe identificada com seus valores e forma de trabalhar. Desde o início, nossa estratégia foi a de fazer uma transição suave a partir da aquisição, reduzindo os choques que muitas vezes ocorrem em processos dessa natureza. Durante os últimos anos essa integração foi acontecendo naturalmente por meio da gestão e do DNA da Kellogg, embora tenhamos absorvido também o que de melhor havíamos encontrado na Parati. Algo que somente o tempo poderia permitir que acontecesse. Entendido que todos estávamos prontos para a mudança, efetivamos a unificação, assumindo definitivamente a Kellogg como nossa identidade corporativa no Brasil.

AD – Quantas marcas a Kellogg possui hoje? E qual a importância da Parati entre elas?

Raich: Além de assumir Kellogg’s como marca corporativa, adotamos como marcas estratégicas a própria Kellogg’s, a Parati, Pringles e Trink. Outra marca de nosso portfólio é a Superbom, na linha de Cereais. Como submarcas da Kellogg’s temos no Brasil a Sucrilhos, Corn Flakes, Froot Loops e Müsli, além de endossar outros produtos como Granolas e crackers. Dentro da linha Parati há produtos que são comercializados exclusivamente com a marca, como é o caso das massas. Além delas, Parati endossa as submarcas Minueto, Zoo Cartoon, Hot Cracker, Granofibra, entre outras. Abaixo da marca de cereais Superbom podemos citar a Skarchitos e Superballs. Duas outras marcas extremamente relevantes e estratégicas da empresa são os snacks Pringles e os sucos em pó Trink. A Parati tem uma importância vital para os negócios no Brasil em razão de sua diversidade de portfólio e sua presença maciça no Sul. Mais recentemente é uma marca que começa a ser conhecida também no Rio de Janeiro e no interior de São Paulo.

AD – O que muda na identidade da Kellogg com a junção das marcas?

Raich: A Kellogg’s passa a ser, além de uma linha de produtos, a própria identidade da empresa, como ocorre nos mais de 180 países nos quais ela está presente. Parati se transforma em uma marca de produtos junto às outras principais marcas do portfólio, Kellogg´s, Pringles e Trink, como já mencionado.

AD – Como a Kellogg encara o desafio de fazer esta mudança em um ano tão difícil como esse?

Raich: Com muito trabalho e esperança de que em breve o mundo possa encontrar uma saída para a pandemia. Como indústria essencial, nunca paramos, mas temos desde o início desta situação o desafio gigantesco de fazer com que os negócios sigam de pé, a fim de levar alimentos de qualidade para os brasileiros ao mesmo tempo em que garantimos a saúde e a segurança de nossos mais de 4.200 colaboradores no Brasil, o que tem exigido de nós uma permanente vigilância e cuidados.

AD –  Você acredita que esse reforço na carteira de marcas é uma vantagem competitiva com relação às outras marcas do setor? O que a Kellogg espera com essa mudança?

Raich: Ter marcas tão consolidadas como Kellogg´s, Parati, Pringles e Trink sem dúvida faz de nós uma indústria extremamente competitiva no mercado brasileiro. Com a mudança, a companhia pretende se posicionar no país não apenas como uma marca global, mas também nacional e regional. Nosso propósito segue sendo o de nutrir famílias para que possam crescer e prosperar e a unificação de marcas como Kellogg’s e Parati faz com que estejamos presentes em mais lares por todo o Brasil, permitindo ao mesmo tempo que todos aqueles que trabalham em nossa empresa tenham uma única identidade empresarial. Apostamos na relação de alto nível com nossos clientes e consumidores e no Brasil, como um dos mercados mais importantes para a companhia, realizamos investimentos importantes em nossa infraestrutura e na geração de empregos.

AD – O que o consumidor pode esperar com essa unificação das marcas?

Raich: O consumidor pode esperar o mesmo compromisso que assumimos quando chegamos ao Brasil em 1961: a qualidade e a segurança alimentar de nossos produtos e uma constante oferta de novidades e lançamentos. Construímos uma marca muito querida e respeitada no Brasil e sabemos da responsabilidade que isso nos impõe.

Fonte: Ad News