Notícias do setor

Gilberto Kon, diretor da Feinkost, aborda as estratégias para 2021 e tendências no setor de alimentos


1) Como foi 2020 para a Feinkost?

Foi um ano de desafios, assim como para todas as empresas. No entanto, apostamos no futuro e investimos em equipe de vendas e marketing, buscando uma forte evolução de no mercado.

2) Quais os desafios para 2021? A empresa planeja crescimento? O que está fazendo para colocar esse planejamento em prática?

2021 ainda é uma incógnita, com a questão do coronavírus voltando a nos assombrar. Continuamos um forte trabalho de vendas, agora buscando reposicionamento de preços, tendo em vista o aumento de nossas matérias primas na virada do ano. Produtos de nicho e diferenciados serão nosso foco, tais como veganos e orgânicos, além de uma busca mais intensa do mercado externo.

3) Como avalia a retomada do consumo neste ano?

Acredito que no primeiro semestre, só haverá uma intensificação de consumo com o novo auxílio emergencial. Já no segundo semestre, com a massificação da vacinação talvez haja uma retomada mais forte de vendas e refeições fora de casa.

4) Como trabalharão neste ano as oportunidades de promover o consumo da granola?

Os fatores principais que estamos focando é a saudabilidade e o apelo para as embalagens individuais, garantindo a não contaminação do produto. Além disso, com a diversificação da linha com produtos de nicho, buscamos alcançar novos consumidores.

5) O que o “novo normal” pode trazer de mudanças em estratégias em relação ao ponto de venda e e-commerce da empresa?

O novo normal ainda evoluirá bastante e com a vacinação em massa voltaremos ao consumo fora de casa, porém com maior preocupação em relação à qualidade e manipulação dos alimentos nos restaurantes e bares. Quanto ao e-commerce, além da própria loja virtual, será importante a parceria com marketplaces para alavancar o seu crescimento.

6) Como enxergam as principais tendências de consumo de alimentos daqui cinco anos?

A tendencia atual é de facilitar a vida do consumidor procurando entregar, junto com o produto, uma embalagem que permita o consumo nela mesma, com porções bem dimensionadas e com a adição de elementos que complementem a refeição. A praticidade será o principal objetivo.

Em termos de produto, aumentará a busca pela saudabilidade e o crescimento de nichos veganos, orgânicos, entre outros. Com certeza teremos a busca de novas funcionalidades para os alimentos, principalmente no que tange a longevidade com qualidade de vida. A Feinkost está focando seu futuro nestes aspectos.

Fonte: ABIMAPI Entrevista