Notícias do setor

M. Dias Branco investe na sua Agenda de Sustentabilidade


Informa a cearense M. Dias Branco - líder do mercado nacional de massas e biscoitos - que, nas suas estratégias do negócio, é tema prioritário sua Agenda de Sustentabilidade para o ciclo 2022 a 2030, com 15 metas traçadas que nortearão avanços em todas as esferas.

Um dos desafios da agenda da empresa, que tem se voltado para a redução das emissões em toda a sua cadeia de valor, é o uso de materiais plásticos recicláveis, compostáveis e/ou biodegradáveis em 100% das embalagens plásticas de seus produtos até a conclusão do período.

Para obter esse êxito, M. Dias Branco criou Grupos de Trabalho (GT) para os temas materiais da companhia, como o GT de Embalagem, que assumiu alguns desafios, dentre eles a meta de obter 100% dos itens de caixas de papelão e filmes de enfardadeiras com, no mínimo, 40% de material reciclado e/ou renovável em sua composição. As iniciativas técnicas e sustentáveis na área de Pesquisa & Desenvolvimento (P&D) abrangem todo o portfólio de embalagens de M. Dias Branco, incluindo as suas mais de 20 marcas, como Piraquê, Vitarella e Adria.

Atualmente, a Companhia apresenta 59% dos filmes de enfardar com sua composição feita com material reciclado vinda do pós-consumo nos processos de massas e biscoitos, segmentos em que a M. Dias Branco é líder de mercado. A iniciativa reduz o consumo de material virgem proveniente de fontes não renováveis e proporciona a circularidade das embalagens plásticas.

Daniella Pessoa, gerente de Meio Ambiente da M. Dias Branco, explica que os avanços são obtidos a partir da mobilização interna e parcerias com fornecedores, que fazem toda a diferença para os resultados, e destaca que o trabalho realizado pela equipe de P&D na criação de produtos alinhado à gestão das Emissões de GEE e circularidade de produto são frutos da verticalização do tema dentro da M. Dias Branco. 

No ciclo passado, entre 2014 e 2021, a M. Dias Branco assumiu o desafio de reduzir o consumo total de plástico em 1,2% por ano. Em 2021, a M. Dias Branco deixou de consumir 99,34 toneladas de filmes, com o total acumulado de redução de 1,48% ao ano e 1.093,35 toneladas entre 2017 e 2021. "O olhar cuidadoso, focado no aumento do percentual de reciclabilidade e circularidade dos nossos produtos já vinha gerando êxito, assim como a redução do consumo de plástico. Agora, ampliamos a meta. Todos esses resultados repercutem diretamente nas emissões de gases de efeito estufa da M. Dias Branco”, complementa Daniella.

“Para criar a melhor solução, contamos com um time integrado, que envolve as áreas de Desenvolvimento de Produto, Suprimentos, Marketing e Sustentabilidade Ambiental. Todas os departamentos estão focados no avanço da adoção de práticas que conduzam a Companhia a atingir a meta até 2030. A utilização de embalagens que possuem na sua composição material reciclado e o aumento da circularidade dos produtos no fim de sua vida útil são fundamentais para o avanço nessa agenda e estamos seguros de que iremos atingir com êxito”, conclui a gerente de Meio Ambiente da M. Dias Branco.

 

Fonte: Diário do Nordeste