Notícias do setor

Campanha de vacinação gratuita: 14 a 16/12


 

A Fiesp e a Prefeitura de São Paulo realizarão nos dias 14, 15 e 16 de dezembro, das 8h30 às 12h30, a última campanha de vacinação de 2022. A ação acontecerá em frente ao seu edifício-sede, na Avenida Paulista, 1313.

Serão aplicadas gratuitamente doses de reforço contra Covid-19, SCR (Sarampo, Caxumba e Rubéola), Dupla Adulto (Difteria e Tétano), Hepatite B e Influenza. Além disso, as vacinas específicas para crianças e adolescentes serão disponibilizadas novamente, como Meningite ACWY, HPV, Tríplice bacteriana (DTP), vacina oral contra a poliomielite (VOP) e varicela.

Toda as vacinas são seguras e ?autorizadas pela Anvisa e constam no calendário de vacinação de crianças, adultos e idosos do Programa Nacional de Imunização (PNI).

VACINAÇÃO EM HUMANOS: 14, 15 E 16 DE DEZEMBRO, DAS 8H30 ÀS 12H30

Dose de Reforço Covid-19: Pessoas a partir de 12 anos que tenham tomado a segunda dose há, no mínimo, 4 meses ou 122 dias completos. Pessoas que tiveram Covid-19 recentemente podem se vacinar, desde que tenha passado 30 dias da data em que se iniciaram os sintomas, ou, caso assintomático, 30 dias a contar da data do exame positivo.

Segunda dose de reforço Covid-19 (4ª dose) : Pessoas com 18 anos ou mais, que tenham tomado a terceira dose há, no mínimo, 4 meses.

Terceira dose de reforço da Covid-19 (5ª dose): Pacientes imunossuprimidos acima de 30 anos com comprovação do diagnóstico.

Influenza (trivalente): Liberada para a população a partir de 5 anos de idade.

SCR: Pessoas até 29 anos são recomendadas duas doses; acima de 29 anos dose única; e profissionais da saúde 2 doses independentemente da idade. Caso não tenha vacina anterior ou documento de comprovação (caderneta de vacinação) e precisar fazer duas doses, o intervalo mínimo entre elas deve ser de um mês. (Avaliação será necessária)

Dupla Adulto: Pessoas com 7 anos ou mais sem vacinação anterior ou sem documento de comprovação. O esquema vacinal é de três doses, com revacinação a cada 10 anos. Caso não tenha vacina ou comprovação anterior (caderneta de vacinação), deve-se começar o esquema desde a Dose 1. (Avaliação será necessária)

Hepatite B: A partir do nascimento. Deve-se receber uma dose na maternidade ao nascer e então inicia-se esquema de 3 doses. O esquema não é repetido a não ser em situações especiais. Esquema de vacinação: D1 no primeiro comparecimento, D2 após 1-2 meses e D3 6 meses após D1 (intervalo mínimo entre as doses: 1 mês). (Avaliação será necessária)

Meningite ACWY e HPV: para adolescentes de 11 a 14 anos.

Tríplice bacteriana (DTP) contra Difteria, Tétano e Coqueluche, Vacina Oral Contra a Poliomielite (VOP) e Varicela: para crianças menores de 5 anos, se a carteira de vacina estiver desatualizada.

Restrições

Gestantes e pacientes imunodeprimidos não poderão tomar a vacina SCR (Sarampo, Caxumba e Rubéola).

CASO NÃO TENHA A CARTEIRINHA DE VACINAÇÃO, POSSO?

Sim, se for adulto e não tiver o documento. Sem a comprovação considera-se como pessoa não vacinada, e a indicação é fazer o esquema vacinal desde o início.

Fonte: Portal da industria